Como o Windows 8 ajuda o Linux

Written by Alessandro Moura on janeiro 15th, 2013

No início deste ano, o Windows 8 foi lançado com grandes expectativas. A Microsoft apostou nele para ser um divisor de águas tanto para o mundo tablet como para o mundo desktop. De acordo com Redmond, a mais recente versão do sistema operacional mais popular do mundo é uma ponte entre o tablet e o desktop. Com uma interface elegante, redesenhado e sensível ao toque, o Windows 8 estava pronto para se tornar outro marco para a Microsoft.

No entanto, as expectativas de Steve Ballmer foram esmagadas quando as primeiras análises não foram boas. O Windows 8, juntamente com sua interface Metro, foi criticado por sua falta de usabilidade e design confuso. Muitos usuários postaram vídeos de seus amigos e familiares em momentos difíceis para descobrir como usar o sistema.

Então, o que significa isto para os seus concorrentes de desktop como o Linux, Mac OS X, e talvez o Google Chrome OS? Será que eles têm uma chance de ouro contra o poderoso gigante? Nós não sabemos sobre o Mac OS X mas o Linux certamente sim. Na verdade, é uma grande oportunidade para o Linux mostrar a sua presença.

Mas o que há de errado com o Windows 8?

A razão mais popular para ficar com o Windows e não mudar para qualquer outro sistema operacional é a familiaridade. Durante anos, o botão Iniciar, os menus e a área de trabalho são sinônimos de computador. Algumas distribuições do Linux foram até projetadas de modo que seria mais fácil para os usuários do Windows migrarem para o lado do pinguim quando mostram a familiaridade do Windows-like para o usuário. Em suma, a interface tradicional do Windows, que durou e evoluiu a partir do Windows XP para o Windows 7 já está implantado em muitos usuários de desktop. Mas o Windows 8 acaba com essa familiaridade. A interface de azulejos, o toque amigável e a ausência do menu Iniciar no Windows 8 faz dele um produto completamente diferente. A Microsoft permite até que os usuários tenham o botão Iniciar, mas o foco principal do produto continua sendo a interface Metro. Isso tem irritado profundamente um monte de usuários. E estes são os mesmos usuários que ficaram com a Microsoft pela sua familiaridade.

win8linux

E onde entra o Linux?

Enquanto o Windows 8 continua sendo criticado pelos usuários, o Linux pode pegar essa oportunidade. Certamente não serão muitos usuários do Windows que vão estar à procura de alternativas. Alguns deles, de fato, muitos deles, não gostariam de gastar tanto dinheiro em um computador da Apple. Eles vão começar a procurar alternativas que se encaixam em seu orçamento e são confiáveis. E com o desastre do Windows 8, os amantes do Linux podem ter certeza que Redmond nivelou o campo de jogo. Se você comparar o Windows 8 com o Linux Mint ou o Ubuntu, você vai achar os últimos muito melhores. O Mint já está ganhando bastante reconhecimento e está ficando melhor e melhor a cada dia. A Microsoft tem um imenso império que não pode ser facilmente abalado pelo Linux ou pelo Mac OS X. No entanto, se você analisar bem, você vai perceber que hoje é muito mais fácil impactar o mercado do que era antes. O Windows 8 é um cruzamento entre tablets e desktops. O Ubuntu também. O Ubuntu pode ser usado no ambiente de trabalho, tablets e agora temos o Ubuntu para Android também. Então, não é assim tão fácil de descartar a possibilidade de o Ubuntu ou o Linux em geral preocupar a Microsoft.

Conclusão

O Windows 8 tornou o caminho mais fácil para o Linux provar aos usuários de desktop que existe um mundo maravilhoso lá fora, sem janelas. Se você não está convencido, é hora de experimentar o Windows 8 e depois compará-lo com distribuições Linux como o Ubuntu ou o Linux Mint, entre outras.

Por Helbert Rocha – FONTE

 

Leave a Comment





captcha service